Alterações no recenseamento eleitoral

Foi abolido o número de eleitor, pelo que:

  • os cadernos de recenseamento passam a ser organizados por ordem alfabética dos nomes dos eleitores;
  • os eleitores passam a ser identificados, no ato de votação, apenas pelo nome e número do documento de identificação;
  • os cadernos de recenseamento são divididos, em cada assembleia de voto, de modo a que em cada um deles figurem sensivelmente 1500 eleitores (anteriormente, figuravam 1000 eleitores).