Freguesia de Fafe preocupada com Passes

A Freguesia de Fafe está preocupada com o valor dos Passes dos autocarros que os fafenses estão a pagar. Para o presidente Paulo Soares: “Na última Assembleia da Freguesia de Fafe estivemos a discutir este problema dos passes dos autocarros e passo a descrever os pontos que nos preocupam a todos, Junta e Assembleia: – O actual Governo da República implementou o Passe Único para transportes públicos o qual entrou em vigor a 1 de Abril de 2019, com um valor máximo a rondar os 40€ por pessoa ou o máximo de 80€ por família; – A adesão à partida das áreas metropolitanas de Lisboa e do Porto, ao qual se juntaram mais tarde outras áreas que entre si acordaram fazer vigorar o Passe Único; – Outras áreas não aderiram ainda e que tal pode traduzir-se em áreas mais ou menos desenvolvidas, criando desigualdades entre os portugueses; – Um fafense, por motivo de trabalho ou de estudo, possa ter a necessidade de se deslocar para fora do seu concelho e que por exemplo um passe mensal Fafe-» Guimarães custa 62,50€, um passe Fafe -» Braga custa 124,55€ e um passe Fafe -» Porto custa 131,00€, valores muito acima do Passe Único referido; – Há conhecimento que existem fafenses que estudam e trabalham fora do nosso concelho e que não sendo aplicado o Passe Único cria desigualdades face a outros portugueses, residentes em concelhos ou zonas metropolitanas onde houve acordos. Com isto vamos tentar perceber junto as entidades competentes e responsáveis se poderemos de alguma forma alterar esta situação, por uma questão de igualdade e justiça social.”